“Esta vida não é para desperdiçar,

e sim para atingir as terras maravilhosas

da sua própria consciência.”

YOGI BHAJAN

Nosso Professor Yogi Bhajan dizia que nós costumamos desejar primeiro, para então buscar merecer. Muito raro, nos ocupamos de merecer para então desejar. “Deserve to desire.”
Quando pensamos no tema propósito de vida, reconhecemos imediatamente o quanto isso é grandioso, particular e importante. Esse é um assunto sério. Mas essa tendência de perceber o Propósito de Vida desse modo muitas vezes cria uma distância entre esse assunto, e nós mesmos.
É importante se aproximar desse tema, lembrarmos que não precisamos ganhar o Prêmio Nobel da Paz, nem ser canonizado, nem mesmo batizar uma rua ou uma praça com seu nome, para se considerar ter feito algo grandioso na vida. Uma vida importante não é resultado de um reconhecimento externo, mas sim de quanto a pessoa é grandiosa para ela mesma. Isso vem da disciplina, do autorespeito.
Yogi Bhajan esclarece que quando reconhecemos e projetamos nossa identidade, então tudo que completa essa identidade virá naturalmente para nós. Esse é o primeiro princípio da consciência da abundância: a sua “presença” é que funciona. O poeta sufi Rumi, do século XIII, trouxe esse princípio com simplicidade quando escreveu:
“Aquilo que você procura está procurando você.” 
Mas, afinal, como acessar o Propósito?
Esse não é um processo intelectual, nem resultado de uma lista de metas. Cultivar a sua Presença coloca você em Destino (ou seja, no seu caminho onde você é vasto e original). O seu Propósito reside onde está o seu compromisso. Sim, esse é um “pulo do gato!”: Uma chave para encontrar seu Propósito é identificar os compromissos que são mais importantes para você, aqueles que você está realmente dedicado a sustentar.
A palavra é sustentar porque ao mesmo tempo que o compromisso nutre você, inspira você, ele lhe desafia e confronta. Isso faz parte da existência, é a tônica da vida. E o Compromisso é o primeiro passo para a Felicidade.
É fato que o Propósito de Vida pode mudar conforme o período da vida: assim como a nossa existência, ele também é dinâmico. Mas quando ao consultar sua biografia, você verá que seu propósito deixa pegadas em toda a paisagem das suas experiências. Você só precisa se permitir abrir a sua percepção, e se perceber.
Para desenvolver essa sensibilidade, recomendamos cultivar esses hábitos, as 5 FORMAS PARA ACESSAR SEU PROPÓSITO DE VIDA*:
1. Reduza o seu excesso de expectativas, e substitua pelo interesse genuíno pela vida.
2. Silencie os julgamentos do que é “bom” ou “ruim”, e acione a gratidão com aquilo que é real.
3. Tire o foco das crenças e impressões das outras pessoas, e permita-se se abrir para aquilo que é verdadeiro no seu coração. Aquilo que flui com leveza e entrega, quando você serve com o coração, não com a cabeça.
4. Retire seu acampamento no terreno da dúvida, e cultive seus talentos.
5. Lembre que o excesso de estímulos (informações, eventos, agitações) gera muitas distrações. No seu dia-a-dia, reserve um tempo só para você, e dê lugar para um pouco de silêncio, pausa, e sensibilidade intuitiva.

Esse tema foi abordado em nossa Vivência de 11/11/17 no Har Rai sobre PROPÓSITO DE VIDA x DEPRESSÃO FRIA.

Confira também o texto:

LIBERTE-SE DA DEPRESSÃO FRIA: O Silêncio da Alma

 

 

Com Amor e Orações,

Harsev Kaur & Prem Bhagat Singh

*Inspirado em: https://www.3ho.org/3ho-lifestyle/aquarian-age/recognize-your-purpose-and-fulfill-your-destiny

Open chat
Olá!
Podemos te ajudar?