O que é um complexo? Como adquirimos um? Você conhece quais são os seus?

Yogi Bhajan nos diz: “A causa de todas as nossas tragédias, das nossas dores, depressão, inferioridade e infelicidade e tudo que existe de negativo na nossa vida  tem origem nos nossos COMPLEXOS.”

Todos nós somos subproduto do complexo. E quanto mais nós não o reconhecemos mais difícil fica de superá-los. A origem de todos os complexos reside nos primeiros anos de vida e para ser mais exata nos 40 dias após o parto durante o resguardo, período este em que se estabelece a nova relação da mãe/pai e o recém nascido .

Hoje sendo mãe de duas filhas, sinto que tentamos fazer o melhor, dar o melhor e ser o melhor, porém nos equivocamos por diversas vezes. Cada filho que chega, nos dá a oportunidade de usar a vastidão da nossa alma e ancorarmos o propósito de cada um na família, na sociedade e no mundo. No convívio com os filhos  repassamos inconscientemente nossos complexos de diversas maneiras. Nossos filhos são seres únicos e o tempo todo nos cutucam e nos elevam com os desafios diários dando-nos a oportunidade de entrarmos em contato com nossas inquietações internas. Quem já não sentiu medo ou raiva quase incontrolável diante de uma atitude inesperada de um filho e teve uma reação que depois se arrependeu?

Existe um propósito para curar/limpar  os complexos?

Quando eu os reconheço e curo, contribuo para estar diante do outro não mais na frequência que me encolhe e que me deixa na exaustão. Relaciono  a partir da mais alta frequência que é a minha alma/essência e reconheço Deus em todos os desafios. Sou livre para ser original, próspera, ousada e crio e recrio para servir a qualquer um que se aproxime de mim.

O Kundalini yoga é uma tecnologia que dispõe de ferramentas eficazes, como som dos mantras e shabad. Eles são compostos do Naad que é o som básico para todas as linguagens. A ciência do Naad yoga existe a milhares de anos. Ela trabalha com o movimento da língua na boca, com a linguagem e com as mudanças químicas do cérebro. Disponibilizamos esta meditação abaixo para que você experimente por 40 dias seguidos e observe os efeitos da cura nas suas atitudes diárias. A sugestão do horário é entre 5 e 7 da manhã ou entre as  17:00 e 19:00,  estes horários tem  a frequência ideal para meditar. Caso não seja possível, faça no horário mais adequado para você. O importante é começar. Esta é uma meditação feita em dois tempos. Ela é incrível ! Nos encontramos nas horas ambrosiais.

ASTHANGA AGNI KRIYA

Mudra: Sente-se em posição fácil, com a coluna ereta, e movimente-se de (A) para  (B) de maneira rápida e poderosa.

  • (A) – traga os cotovelos para cima, com os braços estendidos na lateral, até a altura dos ombros. A palma das mãos deve estar voltada para baixo, à frente dos ombros.
  • (B) – traga as mãos uma em direção à outra com bastante força, como se fosse bater as palmas, mas pare-as a mais ou menos 15cm uma da outra. Elas ficam acima do nível dos ombros. Ao mesmo tempo, traga os cotovelos para baixo em direção às costelas com bastante força. Esse movimento vai provocar um leve solavanco nas mãos. A batida vigorosa dos cotovelos nas costelas deve ser forte, cerca de uma por segundo. É como tocar uma bateria, você praticamente escuta o som de um tambor. Deise seu corpo dançar com a música à medida que continua o movimento. A parte superior do corpo acima do umbigo e a coluna devem dançar. Faça todo o movimento de maneira enérgica, usando seu espírito, deixando sua força interna vir à tona.

Respiração: vai se transformar em respiração do fogo

Tempo: 7 minutos – você pode começar a construir sua prática fazendo por 7 minutos e vai aumentando o tempo até 11.

Comentário: o Mantra fala de oito aspectos de DEUS, o infinito:

GOBINDÊ:        Sustentador

MUKANDÊ:       Libertador

UDARÊ:             Iluminador – Aquele que nos carrega, que nos eleva

APARÊ:             Infinito

HÂRIANG:       Destruidor

KÂRIANG:        Criador- Aquele cuja graça realiza tudo.

NERNAMÊ:     Sem nome  – não está atrelado à identidade de um nome.

ÂKAMÊ:               Sem desejo – Existe por si mesmo.

Luz e bênçãos,

valeria post

Harsev

Fonte: livro “ O toque do mestre” – Yogi Bhajan

Open chat
Olá!
Podemos te ajudar?